terça-feira, 21 de maio de 2013

Kilt e/ou Saias Masculinas - Uma tendencia bem polemica

Depois da mega polemica que rolou durante algumas semana atras, quando o jovem estudante de têxtil e moda  do campus da zona leste da USP (Universidade de São Paulo), Vitor Pereira, resolveu usar um kilt para ir a faculdade, tornando-se alvo de varias criticas e comentários preconceituosos e ofensivos sem fundamentos nenhum, tanto na faculdade como nas redes-sociais onde ele posta fotos de alguns de seus looks.


A repercussão do caso foi tão grande que virou noticia em vários canais na internet até que eu decidi escrever o meu ponto de vista sobre isso. Então vamos la.
Vou começar a falar um pouco sobre a história dos kilts. Eles são as "saias" masculinas, e foram originalizados na Escócia, com pregas na parte de trás e trespasse na da frente com o comprimento que ia da cintura ate os joelhos e eram usados sem cuecas (uma coisa muito desagradável e que não deve ser copiado se você quiser aderir a essa trend), eram usados por guerreiros e batedores dos clãs, feitos tradicionalmente de tecidos de lã e com estampas de tartan sendo que cada clã possuía a sua própria padronagem do tartan, diferenciando uns dos outros. Era o traje tipico de homens e jovens das montanhas escocesas do século XVI e desde o século XIX esta associado a toda cultura escocesa e com erança da cultura celta, sendo usados até hoje por aqueles que aderem a tradição.
De alguns tempos pra cá , vários famosos começaram a adaptar a peça no seu dia-a-dia, como um dos maiores ícones fashion da atualidade, o estilista Marc Jacobs. Aqui no Brasil temos um estilista que também sempre colocou os kilts com diferentes releituras em seus desfiles e que sempre foi conhecido  pela sua estética conceitual e um pouco andrógina que é o João Pimenta, que por sinal eu sempre fui um grande admirador do seu trabalho e fã incondicional de seus blazer e que na minha opinião é o único estilista que salva e que pode fazer muita diferença na moda masculina brasileira.
Agora voltando um pouco no assunto do jovem que decidiu vestir uma saia para ir a faculdade. Qual o problema de um garoto querer usar uma peça de roupa que foi designada especialmente para homens a muito tempo atrás?! Como o próprio Vitor disse em uma entrevista ao portal de noticias G1 e que eu penso a mesma coisa, é que a moda andrógina pode e deve ser mais explorada sem o preconceito ridículo que existe hoje em dia, esse preconceito e/ou medo de ousar da parte dos homens brasileiros, é um dos principais fatores que fazem a moda masculina brasileira ser tão atrasada em vista da internacional, não estou querendo dizer que para melhora-la todos os homens devem sair de casa usando saias, mas tanto os homens como a população em geral deve perder a mania de olhar o diferente como uma coisa ruim e sim com um olhar de curiosidade procurando sempre aprender e entender aquilo que é desconhecido pra daí sim formar uma opinião que nunca vai ser uma verdade absoluta. Também não acredito que exista "coisa de homem" e "coisa de mulher", claro que como tudo nessa vida deve sim existir um bom senso de ambos os lados para não se passar por ridículo.

Marc Jacobs

João Pimenta - inverno 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário